top of page

Dia Mundial da Não Violência

Sendo a violência uma prática desde a antiguidade, a “situação atual é apresentada como favorável à criminalidade e à transgressão porque as regras, normas e leis perderam a sua eficácia como cimento afetivo moral e legal das relações sociais(acervopaulofreire.org).

A passagem da vida tradicional para a vida moderna gerou desigualdades socioeconómicas, que favoreceram o aumento da violência como uma resposta circunstancial às situações de disfunção social causadas por essa situação.


A violência pode ser considerada como uma reação acidental/ocasional gerada pelo desfasamento entre as leis e os costumes e sobretudo consequência da banalização do mal.

Em oposição ao conceito de violência existe também o conceito da não violência na maior parte das vezes, considerado como um mito.


Sociologicamente o conceito de não violência está relacionado com as estratégias de “desobediência civil” como forma de luta para algumas leis consideradas ofensivas e humilhantes; tendo como princípio básico o reforço da cidadania, através do direito dos cidadãos de rejeição de leis injustas sem que seja adotado o uso da violência, promovendo simultaneamente a Paz, os Direitos Humanos e o Bem Estar Social.


De acordo com Mahatma Gandhi, percursor ilustre da não violência a “humanidade nunca será forte o suficiente para ser totalmente não violenta em pensamentos, palavras e ações, devendo, no entanto, manter-se esse comportamento como génese e objetivo principal para a paz". Neste contexto há a referir que o dia mundial da não violência começou a ser celebrado em 2007, pela Organização Mundial das Nações Unidas, (ONU) em homenagem a Mahatma Gandhi, Líder Mundial da Paz, que ganhou reconhecimento internacional, justamente pela sua estratégia de não violência, que aplicou a nível mundial e na luta pela independência do seu país, a Índia. Muitos lutaram como ele pela não violência entre os quais João XXIII e Martin Luther King.


Neste contexto há a referir que o dia mundial da não violência começou a ser celebrado em 2007, pela Organização Mundial das Nações Unidas, (ONU) em homenagem a Mahatma Gandhi, Líder Mundial da Paz, que ganhou reconhecimento internacional, justamente pela sua estratégia de não violência, que aplicou a nível mundial e na luta pela independência do seu país, a Índia. Muitos lutaram como ele pela não violência entre os quais João XXIII e Martin Luther King.


- Dra. Elsa Direitinho, Diretora Técnica



2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page